Este website utiliza cookies para nos ajudar a prestar-lhe um melhor serviço aquando da sua visita ao nosso site. Ao continuar a utilizar este website, está a permitir a nossa utilização destes cookies. Para mais informações consulte os nossos termos e condições. Termos e Condições Continuar

CUF assina protocolo com Ecomare

janeiro 2017

A CUF e a Universidade de Aveiro assinaram um protocolo de parceria para o Ecomare. Desta forma, os produtos da CUF ajudam a manter a qualidade das águas deste centro de reabilitação de animais marinhos.

A cerimónia de assinatura do protocolo de parceria foi curta e simples. Aconteceu a 20 de dezembro, nas instalações da Reitoria da Universidade de Aveiro e contou com a presença de Diogo Almeida Santos, consultor sénior da CUF, do vice-reitor José Fernando Mendes e do diretor do Departamento de Biologia, Amadeu Soares.

 

Terminadas as formalidades e selado o acordo com um aperto de mão, seguiu-se uma visita às instalações do Ecomare – construído em Ílhavo, bem junto da Ria de Aveiro. Este centro tem como missão resgatar, reabilitar e devolver à Natureza os animais marinhos que arrojam no litoral centro e norte de Portugal. E, graças à vasta experiência e dedicação que possuem, as suas taxas de sucesso rondam os 50 por cento – um número elevado entre quem se dedica a salvar e a libertar animais marinhos. Tem igualmente como objetivo desenvolver atividades de pesquisa e investigação em temas ligados ao mar, possibilitando futuras transferências de tecnologia.

       

A visita permitiu conhecer a fundo as diferentes valências deste centro, que alberga provisoriamente animais em risco de extinção. Bem como o trabalho meritório da dezena de investigadores e voluntários que garantem o funcionamento das instalações 24 horas por dia. Acompanhado pelo vice-reitor da Universidade de Aveiro e pelo diretor do Departamento de Biologia, Diogo Almeida Santos teve oportunidade de se aperceber da importância dos produtos da CUF para o bom funcionamento do Ecomare, garantindo as condições ideais de salubridade dos animais que ali se encontram.

       

“Reconheço aqui a criação de uma magnífica infraestrutura, com capacidades de desenvolver ações de grande valia no setor do mar, usufruindo de suporte tecnológico e científico da Universidade de Aveiro, perspetivando uma ligação a instituições e empresas, através da prestação de serviços de alta qualidade”, defendeu o diretor da CUF, que acrescentou: “Dou os nossos parabéns à Universidade de Aveiro pela iniciativa, visão e pioneirismo demonstrados.”

        

Ler mais

O Ecomare resulta de uma iniciativa conjunta entre a Universidade de Aveiro e a Sociedade Portuguesa de Vida Selvagem – que já mantinha um centro de reabilitação provisório em Quiaios. As duas entidades decidiram unir esforços e avançaram para a construção de raiz de um novo Centro de Resgate de Animais Marinhos, especializado em aves, tartarugas e mamíferos marinhos, como golfinhos e focas.

 

A CUF não podia deixar de se associar a esta causa tão nobre – dando o seu contributo para a conservação da Biodiversidade. Nos dois últimos anos, o sal-gema extraído da mina da Renoeste e o hipoclorito produzido na fábrica de Estarreja contribuíram decisivamente para manter as condições ideais nas instalações provisórias existentes no centro de reabilitação de Quiaios.

 

Agora, com a entrada em funcionamento do Ecomare, a CUF continua a oferecer os seus produtos para garantir que os animais marinhos resgatados recebem o melhor tratamento possível, antes do seu retorno à Natureza.

Topo